fbpx

MAPAS MENTAIS: DICAS E FERRAMENTAS PARA FAZER O SEU!

maxresdefault img 382715 20190509161306 - MAPAS MENTAIS: DICAS E FERRAMENTAS PARA FAZER O SEU!

MAPAS MENTAIS: DICAS E FERRAMENTAS PARA FAZER O SEU!

Só leia esse e-mail até o final se você estiver empacado.

Sugiro que ao ler, clique abaixo e assista cada minuto do vídeo.

Clique aqui

A partir da década de 50 a Construção Civil no Brasil passou a receber menos incentivo do Estado, ficando sob o domínio maior da iniciativa privada.

 

Na década de 1970, durante o regime militar, tal presença estatal voltou a acontecer com mais força, e as construtoras particulares passaram a construir somente os prédios de apartamentos e escritórios comerciais.

 

Na década de 1980 começa a haver um retorno do capital privado na Construção Civil e, em 1990, já começava a haver uma preocupação maior com a qualidade do produto final, passando as construtoras a qualificar mais a mão de obra de suas equipes.

 

Percebemos que, no decorrer da história da Construção Civil no Brasil, os papéis do Estado e da iniciativa privada se revezaram no topo da lista de investidores.

 

Tal fenômeno é um reflexo da constante mudança de paradigmas que a política do Brasil viveu no meio do século XX até hoje.

 

O momento atual da Construção Civil no Brasil  com o novo Governo, deixa animados os profissionais da área,  a bolsa de valores bateu o recorde de 100.000 pontos.

 

A parcela emergente da classe C fez com que um aquecimento constante tomasse as rédeas do mercado imobiliário nacional, fazendo com que o setor de Construção Civil seja cada vez mais requisitado.

 

Em 2011, o nível de emprego no setor teve uma alta de 7,4%, o equivalente a mais de 200 mil contratações em todo o Brasil.

 

A política desenvolvida pelo governo federal, através de projetos como o Minha Casa Minha Vida, foi uma das responsáveis por tal aquecimento, e a após o baque em 2014 com a operação lava jato esta demanda ficou bastante reprimida, o que nos dá a certeza que a Construção Civil no Brasil irá voltar ao crescimento, a todo vapor.

 

Diante do cenário atual, podemos enxergar uma série de desafios no setor de Construção Civil do Brasil.

 

O primeiro deles é como lidar com a presença dos grandes investidores internacionais, ao mesmo tempo em que uma emergente classe C injetará uma grande quantidade de investimento no setor de Construção Civil do Brasil.

 

Quanto à primeira questão, torcemos para que os maiores investimentos não sejam apenas feitos na reforma e na construção de estradas, mas também no aumento de aeroportos e portos, fortalecendo também a segurança pública, melhorando o saneamento básico e a qualidade de vida nas cidades, colocando a Construção Civil do Brasil também na direção do turismo sustentável.

 

Melhoras na mobilidade urbana, com investimentos em transporte e vias públicas serão outro importante legado do novo Governo, e a população deve cobrar isso, se desejar ver no futuro uma Construção Civil realmente positiva no Brasil.

 

Quanto a emergência da classe C, deve-se tomar o cuidado necessário para que não haja uma bolha, geralmente ocasionada por uma exagerada participação da iniciativa privada em financiamentos de novas moradias.

 

O governo do Brasil deve estar presente, oferecendo financiamentos competitivos e programas que garantam o fluxo financeiro necessário para um crescimento sustentável da Construção Civil no País.

 

O Brasil vive um período especial em sua história, e em poucos anos estaremos vivenciando um cenário ainda mais interessante na área da Construção Civil.

 

Talvez já tenha sacado aonde eu quero chegar. De todo modo, segue o raciocínio comigo.

 

Na vida real, no seu negócio, você não tem controle de muitos fatores.

 

Você não tem controle se seu negócio vai vingar ou não, se o seu marketing vai funcionar ou não, por exemplo.

 

E isso me leva àquele desafio que te falei no início desse e-mail, o que muitos dos empreendedores e aspirantes a empreendedor que eu encontro ou que me mandam mensagem, têm.

 

 

Eles reclamam que não têm tempo.

 

Não têm tempo para tocar seus negócios do jeito que queriam.

 

Porque estão muito ocupados com o trabalho. Ou a culpa está nos filhos que demandam boa parte da atenção do dia. Ou simplesmente porque eles têm uma rotina muito corrida.

 

E aí o tempo passa e nada muda.

 

É por isso que eu estou escrevendo esse email.

 

Porque eu escuto muitos alunos do Engenheiros Academy dizerem que estão sem tempo para estudar novas metodologias ágeis.

 

Que estudo dá muito trabalho, demanda muito tempo, que agora não dá, que o semestre já está acabando.

 

Por tudo o que eu já te falei nesse e-mail, você pode imaginar que para mim essa é só uma desculpa esfarrapada para não entrar no campo de batalha.

 

E eu digo que é uma desculpa porque o que você vai ver nas próximas linhas é a prova de que é possível faturar na casa dos milhares mesmo quando o tempo não está a seu favor.

 

O vídeo que eu estou te mandando, faz parte de uma série de 100 vídeos onde explico algumas sacadas de como conseguir atingir  resultados extraordinários.

 

 

Abraços,

 

Claudio Peixoto

 

PS: Quanto tempo faz que você tá empacado no seu Projeto?

Chegou a hora de desempacar. O primeiro passo é esse aqui. Clique e assista ao vídeo. Se você fizer esse primeiro passo e responder esse e-mail, eu te dou o segundo passo…

 

 

                 

img 317046 20170324090251 - MAPAS MENTAIS: DICAS E FERRAMENTAS PARA FAZER O SEU!   img 317046 20170324090453 - MAPAS MENTAIS: DICAS E FERRAMENTAS PARA FAZER O SEU! Popular Social Media 22 512 img 382715 20190502170404 - MAPAS MENTAIS: DICAS E FERRAMENTAS PARA FAZER O SEU!


Engenheiros banner 45 img 382715 20190325110843 - MAPAS MENTAIS: DICAS E FERRAMENTAS PARA FAZER O SEU!



×